Quinta-feira, 20 de Outubro de 2005

conversas

- É pá, vai um gajo a passear por estas estradas secundárias a pensar no raio da vida e no que ela se transformou, cheio de comiseração por si próprio, quando no auto-rádio passam os Gipsy Kings a cantar o My Way (a mi manera). Começa a sentir a mistura das sensações de humor com melancolia e lembra-se da história daquele fulano, executivo de sucesso, que se atira do alto de um arranha-céus de Manhatan. Na sua corrida para o topo do sucesso tinha sacrificado tudo; os sonhos da juventude, a mulher que amava, a própria dignidade. Mas o que fez atirar-se do alto do edifício foi o saber que um zé-ninguém lá da terra era um capitão da indústria, pessoa altamente “badalada” e que teria, sempre, um lugar à sua frente no restaurante preferido da moda. Isso, ele não aguentou. E põe-se a pensar que talvez não tenha caído tão fundo que não pudesse levantar-se.


- Olha, eu, é mais prosaico. Passava numa estrada, ali no vale do Ave, onde costumam estar prostitutas à beira da estrada (algumas tão jovens, deus que não és meu) quando passa no auto-rádio o Bob Dylan a cantar Lay Lady Lay. Senti arrepios.


publicado por maratonista às 20:25
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sol & Sombra

. blue Wine

. O Monsto do Espaço

. the day after

. uma pausa

. trabalho infantil

. está calor, não está?

. gaspacho amim, gaspacho a...

. bizantinice

. so beautiful to me

.arquivos

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds