Sexta-feira, 25 de Março de 2005

...

No último número da Epicur (nº 47) Alfredo Saramago tem um artigo denominado Património gastronómico, no qual faz um tour por pelos restaurantes mais célebres da cidade de Paris. Tirando o facto de me deixar com água na boca e de olhar com alguma pena para os limites do meu cartão de crédito, o artigo deu aso (asas) à minha imaginação (terreno fértil, rico em húmus).
Estava em Paris. Por razões inteiramente inexplicáveis ao senso comum tinha um cartão de crédito sem limite de gastos. Tinha saído de manhã cedinho do hotel, a fim de fugir ao trânsito, para fazer hora e meia de treino nos Campos Elísios. Depois de um banho restaurador tinha seguido em direção ao rio Sena onde, num bistrot referenciado nos livros de Jeorges Simenon, iria aperitivar-me com um calvados. Estava eu muito calmamente a degustar essa aguardente de cidra quando no banco ao meu lado se senta uma mulher. Olho e, com um baque no coração, reconheço Fanny Ardant (os deuses devem estar loucos)
publicado por maratonista às 19:56
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sol & Sombra

. blue Wine

. O Monsto do Espaço

. the day after

. uma pausa

. trabalho infantil

. está calor, não está?

. gaspacho amim, gaspacho a...

. bizantinice

. so beautiful to me

.arquivos

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds