Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2004

A Beleza

Umberto Eco decidiu pegar o touro pelos chifres e escreveu uma História da Beleza (Difel). Pegando no assunto o Jornal de Letras decidiu fazer da Beleza o tema principal da sua edição no nº 893. Diversos artigos de gente ligada às artes, história e filosofia mas não é isso que eu trago para aqui. O que aqui vos deixo são algumas respostas expressas num inquérito feiro pelo JL.


Pergunta: Dê um exemplo ou indique uma imagem, um objecto, uma figura que, para si, consubstancie ou ilustre esse conceito de beleza.


Rui Lage (Poeta e tradutor): Há uma obra de Alberto Giacometti chamada Mãos segurando o vazio (objecto invisível), de 1934. Trata-se de uma figura feminina esculpida em bonze, com um rosto geométrico, estático, alienígena, que segura nas mãos um objecto que não se vê, ou lhe foi retirado...Se o objecto está ausente, significa que ele pode ser qualquer coisa, qualquer entidade. Isso é o sublime.


Teolinda Gersão (Escritora): ...há um bordado que encaixilhei e transformei em quadro, para o preservar melhor dos estragos do tempo, e poder passá-lo a outras gerações. O bordado é uma arte menor e a autora uma mulher comum: chamava-se Rosa Emília, era minha trisavó e não ficou na História. No entanto o ramo de flores, bordado a vermelho sobre linho gosso, é um imenso trabalho de paciência e rigor, e o resultado é belo. Gosto de olhá-lo e de pensar que todo este trabalho não foi inútil. A sua presença alegra-me, e sei que não serei a última a desfrutá-lo, provavelmente também outros o acharão belo, quando também eu tiver desaparecido.


Olga Roriz (Coreógrafa): Os olhos da minha filha. Uma casa em ruínas. Uma sombra na parede. A neve que nunca vi. Um beijo ao canto do bar. A linha do horizonte.


Jorge Martins (Pintor): Posso citar..."O belo é o primeiro grau do terrível", de Rilke.


Em todas estas respostas existe, nelas próprias, beleza. Por mim indicaria apenas os olhos da minha mãe quando sorriam para mim, era eu pequenino.

publicado por maratonista às 11:57
link | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 30 de Dezembro de 2004 às 17:27
Olá! tenho visto os teus comentários na Aragana e vim desejar-te Bom Ano: pelo que escreves lá, deves ser boa pessoa, hehehehe!so12
(http://www.naoeshomem.blogs.sapo.pt)
(mailto:so12@sapo.pt)
De Anónimo a 30 de Dezembro de 2004 às 14:15
Uma passagem de ano em grande e que todos os desejos para 2005 se concretizem. Muita paz finalmente no mundo, saúde para todos os que amamos e que o amor nunca falte no coração de todos. São estes os votos da Ofeliazinha para este 2005.
Até para o ano.
OfeliazinhaOfeliazinha
(http://www.ofeliazinha.weblog.com.pt)
(mailto:ofeliazinha@sapo.pt)
De Anónimo a 29 de Dezembro de 2004 às 14:31
A beleza.... está presente em tudo e todos, depende dos olhos de quem vê... Beijo enorme meu querido amigofernanda
(http://apenasmaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:apenas-maria@sapo.pt)
De Anónimo a 29 de Dezembro de 2004 às 12:11
A beleza é tão intrigante qt o conceito de amor - ao ve-los sabemos exactamente que o sao - belos ou fruto de amor, sem vê-los, andamos às cegas, a procura de um ser abstrato e indefinível! Até breve! vampiria
(http://satanlandia.blogs.sapo.pt)
(mailto:velvetdarknesstheyfear@iol.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sol & Sombra

. blue Wine

. O Monsto do Espaço

. the day after

. uma pausa

. trabalho infantil

. está calor, não está?

. gaspacho amim, gaspacho a...

. bizantinice

. so beautiful to me

.arquivos

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds