Segunda-feira, 15 de Novembro de 2004

Começar a semana

Que vos hei-de trazer hoje? Que parte do ar, da terra, da água ou do fogo, que parte de mim, aqui posso pôr hoje? Trago-vos a revista LER, da Primavera de 2001:


Dia-Crónicas de Onésimo Teotónio de Almeida:


Há tempos, no Brasil, na Visconde do Pirajá, ali no Ipanema da bela Rio de Janeiro, passeava eu com uns colegas, a fazer horas...Paragens ora num café, ora numa livraria, eis senão quando deparo com uma velhinha dos seus oitenta anos, apoiada numa bengala, a cruzar-se connosco. Ajustada ao Verão do Rio, vestia uma fresca T-shirt onde se podia ler nada mais nada menos do que JUST DO IT!


 Não resisti a pedir-lhe autorização para uma fotografia, ao que a senhora acedeu com a proverbial doçura carioca publicitada nos livros. Pedi ao João Camilo e ao José Ornelas que se pefilassem ao lado da sorridente e amável jovem.


Não sei se ela estava consciente do significado da mensagem que trazia no peito. Provavelmente não, pois à camisa não houve qualquer referência na nossa troca de conversa e foto, nem ela deu sinal algum de ter percebido o porquê do meu interesse no registo fotográfico. Na maior das simpatias, despedimo-nos da senhora e fomo-nos, apenas fazendo votos de que a imagem ficasse boa, pois era prestimável e de se guardar em colecção.


De Alamda Negreiros



  • Eu vinha de comprar fósforos

  • e uns olhos de mulher feita

  • olhos de menos idade que a sua

  • não deixavam acender-me o cigarro.

  • Eu era eureka para aqueles olhos.

  • Entre mim e ele passava gente como se não passasse

  • e ela não podia ficar parada

  • nem eu vê-la sumir-se.

  • Retive a sua silhueta

  • para nã perder-me daqueles olhos que me levavam espetado.

  • e eu tenho visto olhos!

  • mas nenhuns que me vissem

  • nenhuns para quem eu fosse um achado existir

  • para quem eu lhes acertasse lá na sua ideia

  • olhos como agulhas de despertar

  • como íman de atrair-me vivo

  • olhos para mim!

  • Quando havia mais luz

  • a luz tornava-me quase real o seu corpo

  • e apagavam-se-me os seus olhos

  • o mistério suspenso poe um cabelo

  • pelo hábito deste real injusto

  • tinha de pôr mais distância entre ela e mim

  • para acender outra vez aqueles olhos

  • que talvez não fossem como eu os vi

  • e ainda que o não fossem, que importa?

  • vi o mistério!

  • obrigado a ti mulher que não conheço
publicado por maratonista às 15:04
link | comentar | favorito
6 comentários:
De Anónimo a 16 de Novembro de 2004 às 23:25
Gostei muito, muito do que escreveste! Talvez tenha sido o que mais me tocou cá dentro. Quase parecias falar baixinho ao meu ouvido que de cansados já só ouvem baixinho..Obrigada pelas palavras que tomei como minhas.Quanto ás palavras que deixas lá pelo meu canto, nunca te conseguirei por mais que te diga, agradece-las. Há coisas, como a gratidão e o amor, que deveriamos poder tornar sólidas por momentos, só para que os outros vissem a sua grandiosidade. Um abraço apertado do meu coração para o teu.myryan
(http://outrademim.blogs.sapo.pt)
(mailto:myryan@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Novembro de 2004 às 13:04
E hoje??? Beijofernanda
(http://apenasmaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:apenas-maria@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Novembro de 2004 às 21:42
E que bem que se começa a semana assim... Beijinho sofia
(http://otecto.weblog.com.pt)
(mailto:sopontocom@hotmail.com)
De Anónimo a 15 de Novembro de 2004 às 21:24
Apenas um beijo de boa semana...Elsa
(http://delirios2004.blogs.sapo.pt)
(mailto:e_aguiar@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Novembro de 2004 às 15:59
Como começas bem a tua semana! Beijo grande GRANDE AMIGOfernanda
(http://apenasmaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:apenas-maria@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Novembro de 2004 às 15:41
Já que é um homem da política aqui fica uma gracinha e parabens pelo blog."Se Durão Barroso aproveitar o facto de ocupar a presidência da Comissão Europeia para fazer pela Europa o mesmo que fez pelo país, há uma forte hipótese de, dentro de pouco tempo, a Europa estar na cauda de Portugal". Uma amiga do blog da amiga http://docerebelde.blogs.sapo.pt/
Político
</a>
(mailto:Poítico@mail.pt)

Comentar post