Quarta-feira, 1 de Setembro de 2004

Isto saiu assim, um bocado de rajada

Vou por aí à procura


do coração que entreguei


faz-me falta, no peito,


sem ele não sei sentir


 


Vou por aí à procura,


à muito que o não vejo,


o desgraçado ficou preso


no olhar em que me perdi


 


Do coração que entreguei


só resta o lugar vazio,


e o palpitar assustado


quando um rosto aparece,


 


Faz-me falta, no peito,


para sentir outros olhares


e neles ver sonhos,


pressentir paraísos,


 


Sem ele não sei sentir,


e eu preciso sentir


um coraçao dentro do peito


vou por aí à procura

publicado por maratonista às 15:57
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 2 de Setembro de 2004 às 14:42
Li o teu comentário na Gotika. Somos quase da mesma idade e a ideia não é má. Eu acho é que eles andam só distraídos.
Ando por aqui há pouco tempo ainda não tenho blog e não sei se vou ter mas de quando em vez tem interesse. talvez volteoops
</a>
(mailto:toné61@iol.pt)
De Anónimo a 2 de Setembro de 2004 às 03:10
carlos!!olá ;) se saiu de rajada tah mt bom pah n dizer perfeito :) fika bem**Tita
(http://www.titinhah.sapo.blogs.pt)
(mailto:titinhah@hotmail.com)
De Anónimo a 2 de Setembro de 2004 às 02:49
saiu de rajada.. mas ta muito bom! as vezes é no improviso que produzimos aquilo que temos de melhor. quanto ao procurares o coração, deixa-te estar: ele encontra-te e volta :)

tenho um novo blog: http://vache.blogs.sapo.ptpatricia
(http://kidagakash.blogs.sapo.pt)
(mailto:titita___@hotmail.com)
De Anónimo a 1 de Setembro de 2004 às 18:42
Não vale a pena ires à procura, porque o teu coração está aí!!! Graças a Deus! Isso de nos roubarem o coração tem muito que se lhe diga! Às vezes bem tentam, mas continua a não ser possivel! Beijo grande.
Bem,se quiseres ajuda na busca, avisa...fernanda
(http://fernanda.blogs.sapo.pt)
(mailto:fernandadias@sapo.pt)

Comentar post