Sexta-feira, 27 de Agosto de 2004

...

A minha imaginação anda um bocado infértil nestes finais de Agosto. Por isso o que vou postar não é meu é do Fernando Pessoa. É uma carta para Ofélia Queiroz.


Terrível Bebé:


Gosto das suas cartas, que são meiguinhas, e também gosto de si, que é meiguinha também.  E é bombom, e é vespa, e é mel, que é das abelhas e não das vespas, e tudo está certo, e o Bebé deve escrever-me sempre, mesmo que eu não escreva, que é sempre, e eu estou triste, e sou maluco, e ninguém gosta de mim, e também por que é que havia de gostar, e isso mesmo, e torna tudo ao princípio, e parece-me que ainda lhe telefono hoje, e gostava de lhe dar um beijo na boca, com exactidão e gulodice e comer-lhe a boca e comer-lhe os beijinhos que tivesse lá escondidos e encostar-me ao seu ombro e escorregar para a ternura dos pombinhos, e pedir-lhe desculpa, e a desculpa ser a fingir, e tornar muitas vezes, e ponto final até recomeçar, e por que á que a Ofelinha gosta de um meliante e de um cevado e de um indivíduo com ventas de contador de gás e expressão geral de não estar ali mas na porta da casa ao lado e exactamente, e enfim, e vou acabar porque estou doido, e estive sempre, e é de nascença, que é como quem diz desde que nasci, e eu gostava que a Bebé fosse uma boneca minha, e eu fazia como uma criança, despia-a, e o papel acaba aqui mesmo, e isto parece impossível ser escrito por u ente humano, mas é escrito por mim.


Fernando


Como deverão ter reparado Terrível Bebé é o nick name que Pessoa dava à Ofélia. E é estranho esta afinidade com este sentimento que leva  a dizer porque é que elas haveriam de gostar "de um meliante e de um cevado e de um indivíduo com ventas de contador de gás e expressão geral de não estar ali mas na porta da casa ao lado" sim porque nem da própria casa era. Engraçado, mesmo engraçado, é como o papel acaba assim que ele despe a boneca. Autocensura?

publicado por maratonista às 10:43
link | favorito
De Anónimo a 27 de Agosto de 2004 às 14:21
Também estás sem inspiração? Começo a achar que é geral! Mas no teu caso, apesar de tudo ainda bem, porque assim pude ler este delicioso texto. Auto-censura? Não, acho que ele estava era a dar asas à imaginação da Terrível Bebé... Não há nada como umas reticências bem posicionadas. =) Bjinhoashoka
(http://www.ashoka.blogs.sapo.pt)
(mailto:ashoka@sapo.pt)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sol & Sombra

. blue Wine

. O Monsto do Espaço

. the day after

. uma pausa

. trabalho infantil

. está calor, não está?

. gaspacho amim, gaspacho a...

. bizantinice

. so beautiful to me

.arquivos

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds